Receita: Bolo cru de dióspiro e alfarroba (vegan & paleo)

 

Gostariam de comer um bolo sem aquele sentimento de culpa ?? : D

Na semana passada, partilhei convosco a minha receita de salame de chocolate saudável, que penso que é uma boa sobremesa para experimentar nesta época.

Hoje, quero partilhar outra receita saudável e deliciosa: um bolo cru de dióspiro e alfarroba! Talvez possam experimentar fazê-lo para a passagem de ano? 🙂 Eu vou servi-lo aos meus amigos que vêm cá a casa!

Se têm acompanhado o nosso blog, provavelmente lembram-se que há alguns meses partilhei convosco a minha receita de “cheesecake” de frutos vermelhos. A camadas inferior e superior desta receita são semelhantes, mas a camada do meio é feita com dióspiros, manteiga de amêndoa e baunilha. Se gostarem de dióspiros e baunilha, e especialmente da combinação destes dois, penso que vão gostar desta receita :). Na minha opinião, a alfarroba fica também muito bem nesta receita (numa camada diferente). Mas gostava de saber a vossa opinião 🙂

Esta receita não contém açúcar (como todas as minhas receitas), produtos lácteos, glúten e na verdade, nenhum tipo de grão.

Como mencionei, um dos principais ingredientes desta receita é o dióspiro. Sabiam que dióspiro em latim é Diospyros kaki, que significa “comida dos deuses”? Pois é, não é de admirar dado que os dióspiros têm imensos benefícios para a saúde, incluindo ajudar a combater o cancro [1], a reduzir o colesterol total e LDL [2] e tem sido recomendado para uma dieta anti-aterosclerótica * [3]. Isto deve-se provavelmente ao seu alto teor em certos tipos de antioxidantes (flavonóides), que ajudam a inativar os radicais livres [1, 4]. Além disso, também são ricos em fibras, carotenóides, vitamina A, vitamina C, vitamina E, vitamina B6, manganésio, cobre, magnésio e potássio.

* A aterosclerose ocorre quando placas se acumulam dentro das artérias, o que pode levar a doenças cardiovasculares.

Então, vamos lá agora à receita 🙂

 

Tempo de preparação: (~ 15min para cada camada)

Ingredientes:

Para a camada inferior:

– 250g de amêndoas biológicas (amazon.com ou amazon.co.uk ou amazon.de)

– 100 g de tâmaras biológicas (amazon.com ou amazon.co.uk ou amazon.de)

– uma pitada de sal

Para a camada do meio:

– 3 dióspiros biológicos (~ 900g)

– 5 colheres de sopa de manteiga de amêndoa branca biológica (amazon.de – that’s the one I buy)

– 1 colher de sopa de óleo de coco biológico extra-virgem (prensado a frio) (amazon.co.uk ou amazon.de)

– 1/2 colher de chá de baunilha em pó (amazon.co.uk ou amazon.de)

Para a camada superior:

– 2 grandes abacates biológicos maduros (~ 400g)

– 2 colheres de sopa de farinha de alfarroba (amazon.com ou amazon.co.uk ou amazon.de)

– 1 colher de sopa de óleo de coco extra-virgem (prensado a frio) (amazon.co.uk ou amazon.de)

– 70 g de tâmaras biológicas (amazon.com ou amazon.co.uk ou amazon.de)

– nozes para decorar o bolo

 

Preparação:

1. Ponha as amêndoas de molho em água durante cerca de 8 horas (por exemplo, durante a noite) e as tâmaras durante 1-2 horas.

2. Retire a água e se preferir, lave as amêndoas e tâmaras.

3. Adicione todos os ingredientes da camada inferior ao seu robot de cozinha (trituradora)  e misture. Nota: não é preciso obter uma massa homogénea. Na verdade, é agradável encontrar pequenos pedaços de amêndoa nesta camada.

4. Coloque esta mistura num recipiente retangular (por exemplo, uma ou várias caixas de vidro retangulares ou numa travessa retangular de vidro) e pressione-a com os dedos.

5. Adicione todos os ingredientes da camada do meio na liquidificadora. Misture e triture bem até obter uma mistura homogénea.

6. Coloque a mistura por cima da camada inferior. Coloque a travessa no frigorifico durante a noite ou no congelador durante cerca de 1-2 horas.

7. Ponha todos os ingredientes da camada superior na liquidificadora. Misture e triture até obter uma mistura homogénea.

8. Coloque-a por cima da camada do meio.

9. Decore o bolo com as nozes.

10. Deixe o bolo no frigorifico durante várias horas (para ficar com uma boa consistência) até servir ou ponha-o no congelador e retire-o cerca de 30min antes de servir (para que não esteja muito rijo mas com uma boa consistência).

Espero que tenham gostado desta receita e que a experimentem! Fico à espero dos vossos comentários 🙂

 

Viva saudável,
Ana

 

Referências

  1. Adhami, V.M., et al., Dietary flavonoid fisetin: a novel dual inhibitor of PI3K/Akt and mTOR for prostate cancer management. Biochem Pharmacol, 2012. 84(10): p. 1277-81.
  2. Gato, N., et al., Persimmon fruit tannin-rich fiber reduces cholesterol levels in humans. Ann Nutr Metab, 2013. 62(1): p. 1-6.
  3. Gorinstein, S., et al., Comparative contents of dietary fiber, total phenolics, and minerals in persimmons and apples. J Agric Food Chem, 2001. 49(2): p. 952-7.
  4. Chen, X.N., et al., Radical scavenging activity and phenolic compounds in persimmon (Diospyros kaki L. cv. Mopan). J Food Sci, 2008. 73(1): p. C24-8.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *